Logo Estácio


Organizações

PROJETOS DE PESQUISA DA LINHA DE PESQUISA ORGANIZAÇÕES

Projeto: Desenvolvimento da Pesquisa Social Exploratória no Rio de Janeiro: Implementação do Laboratório de Análise Qualitativa (LABQUAL) (PROF. MARCUS BRAUER)
Descrição: O objetivo principal deste projeto é implementar e consolidar o laboratório de análise qualitativa (LABQUAL). O LABQUAL iniciará suas atividades a partir deste projeto de pesquisa e terá como resultado esperado o aumento da qualidade e da quantidade de pesquisas qualitativas ou de métodos mistos (quali-quanti) na Instituição. Este laboratório ficará disponível aos alunos da Universidade Estácio de Sá (UNESA), principalmente aos alunos do Mestrado em Administração e Desenvolvimento Empresarial e aos alunos de Mestrado e Doutorado em Educação. Em uma era de constantes inovações, as pesquisas indutivas e exploratórias que buscam criar hipóteses em lugar das pesquisas dedutivas e confirmatórias, que sequencialmente buscam confirmar hipóteses vêm ganhando espaço nos debates de importantes congressos científicos, bem como em revistas científicas bem qualificadas nacional e internacionalmente. Nas pesquisas sociais exploratórias geralmente são utilizadas pesquisas qualitativas, nas quais os pesquisadores tendem a escolher participantes propositalmente e a coleta de dados é realizada de forma mais abrangente e, em muitos casos, com questões abertas. Frequentemente, os entrevistados narram suas percepções ou histórias de vida, e a gravação, após transcrita, é analisada com ferramentas e técnicas altamente específicas e complexas, para que se consiga captar o significado ou o resumo do significado subjetivo da entrevista. As pesquisas qualitativas estão relacionadas com a coleta e análise de textos, sons, imagens e até de linguagem não verbal, e existe um alto contato entre o pesquisador e o entrevistado. A análise de pesquisas qualitativas exige especialização e ferramentas apropriadas. Assim, o LABQUAL será um laboratório inovador que buscará ser um centro de referência para análises qualitativas, procurando aumentar a validade e a confiabilidade das pesquisas sociais aplicadas qualitativas ou quali-quantitativa

Projeto: Comportamento em organizações públicas, privadas e do terceiro-setor (PROF. MARCUS BRAUER) Descrição: O assunto Comportamento Organizacional geralmente é dividido em três partes: individual, social e organizacional. Entender melhor como e por que os indivíduos se comportam individualmente e socialmente é importante para entender e prever comportamentos das organizações, visto o papel cada vez mais importante das pessoas (e cada vez menos das máquinas) nas empresas públicas, privadas e do terceiro setor. Este projeto visa conhecer o estado-da-arte em Comportamento Organizacional, principalmente em temas como motivação (seja ela no trabalho ou no ensino superior), satisfação e comprometimento no trabalho, liderança, mudança organizacional, dentre outros. Tais temas são assuntos relevantes também no ambiente acadêmico, visto que são fatores muitas vezes relacionados com o desempenho das pessoas e das instituições que focam o ensino-aprendizagem. A desmotivação e falta de comprometimento de alunos universitários e de servidores e empregados públicos, por exemplo, são problemas crescentes que precisam ser melhor compreendidos para então poderem ser minimizados.

Projeto: Capacitação e desempenho em organizações públicas, privadas e do terceiro setor (Prof. Marcus Brauer)

Descrição: Descrição: as organizações precisam alcançar resultados, que cada vez mais dependem de pessoas principalmente líderes competentes e menos de máquinas ou de tecnologias. Neste sentido, são essenciais os processos de recrutamento e seleção alinhados às estratégias organizacionais. Também podem ser considerados essenciais os processos de desdobrar as estratégias organizacionais até a gestão do desempenho individual, bem como a capacitação adequada para que resultados individuais e organizacionais sejam alcançados. Entretanto, a capacitação atual nos moldes do Século XX não vem conseguindo estimular e preparar os gestores atuais nem a Geração Y para enfrentarem os desafios do trabalho do Século XXI. Recursos expressivos estão sendo investidos (ou apenas gastos), muitas inovações na formação e na educação estão sendo feitas, e resistências às inovações estão sendo identificadas. Além disso, pouca relação entre a capacitação e desempenho está sendo encontrada. O objetivo deste projeto é avançar os conhecimentos sobre inovações na capacitação presencial e a distância, bem como na gestão do desempenho (individual e organizacional) orientada para resultados. Pretende-se também investigar mais profundamente fatores que afetam o desempenho (capacitação, motivação, ambiente, liderança etc.). O projeto contempla os seguintes temas: (i) Gestão estratégica de pessoas e Gestão por Competências; (ii) Capacitação e desempenho de gestores públicos (nos três níveis de governo e de Poder) e gestão por resultados; e (iii) Inovações na formação e na educação e resistências encontradas.

 

Projeto: Centro de Excelência em Ensino e Pesquisa (Prof. Marcus Brauer)

Descrição: Projeto apoiado Bolsa de Pesquisa e Produtividade UNESA – EDUCARE. Universidades renomadas na Europa e Estados Unidos têm centros de excelência em ensino, aprendizagem e pesquisa. Alguns exemplos são: The Sheridan Center for Teaching and Learning (https://www.brown.edu/about/administration/sheridan-center/ ); The Univ. North Caroline Chapel Hill Writing Center (http://writingcenter.unc.edu ); Stanford Center for Assessment, Learning and Equity (https://scale.stanford.edu/ ); Cornell University Center of Teaching and Learning (https://www.cte.cornell.edu/ ); Poucas instituições no Brasil tem tais centros, mas alguns deles são muito interessantes: Centro de Assessoria de Publicação Acadêmica (CAPA) da UFPR, que é o primeiro ?writing center? do Brasil ( http://www.capa.ufpr.br/ ) e o Centro de Desenvolvimento do Ensino e da Aprendizagem (CEDEA) da FGV-EAESP, que até criou uma revista para divulgar trabalhos realizados (http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/ei ). Este projeto tem como objetivo criar um Centro de Excelência em Ensino e Pesquisa que irá auxiliar professores, alunos e pesquisadores a alcançar a excelência no ensino, aprendizagem e pesquisa.

Projeto: Estudos de Consumo da População de Baixa Renda (Profa. Cecília)
Descrição: O objetivo deste projeto de pesquisa é investigar as ações das empresas, dos consumidores e do mercado na base da pirâmide. Busca-se compreender como consumidores e empresas constroem identidades, sinalizadores de status e relações sociais na base da pirâmide. Também serão estudadas as ações de responsabilidade social das empresas e seu impacto no consumidor da base da pirâmide. Este projeto dá ênfase a estudos no setor financeiro, onde serão levantados os fatores, atitudes, valores, aspectos culturais e outras influências no consumo da base da pirâmide de produtos financeiros de um modo geral. Mais especificamente busca-se conhecer os fatores que levam à inadimplência e ao endividamento e também analisar os efeitos dos programas de educação financeira. Projeto:

Projeto: Marketing Organizacional (Profa. Cecília)
Descrição: Estudar os motivadores e o processo decisório em compras organizacionais (B2B).

Projeto: FAPERJ - A influência da religião no endividamento dos jovens da classe C da região do Grande Rio de Janeiro (Profa. Cecília)
Descrição: Esta pesquisa tem como objetivo levantar como a afiliação religiosa influencia o endividamento dos jovens da classe C, da região do Grande Rio de Janeiro. Dado que o processo de endividamento é fortemente influenciado pela cultura, pretende-se analisar o impacto cultural da religião, mais especificamente três grupos religiosos: católico, protestante tradicional e evangélico petencostal. As religiões e as atitudes a elas incorporadas têm efeitos diretos nas atitudes com relação ao endividamento. O resultado da pesquisa poderá servir de insumo para cursos de educação financeira e para políticas públicas de uso consciente do dinheiro por parte do governo do Estado do Rio de Janeiro. A pesquisa será quantitativa, com coleta eletrônica de dados, por meio de questionário estruturado inserido em tablets a serem preenchidos pelos pesquisadores. O público-alvo da pesquisa será em torno de 3.000 jovens dos municípios do Rio de Janeiro, Duque de Caxias e Nova Iguaçu. Os dados serão analisados através de ANOVA 2-way e teste Qui-Quadrado, com emprego do SPSS, para analisar a influência do segmento religioso e da idade no endividamento dos jovens.

Projeto: Estratégia de Marketing e Comportamento do Consumidor (Profa. Cecília)
Descrição: Este projeto de pesquisa visa analisar as estratégias e ações de marketing sob duas perspectivas, pelo lado da empresa e pelo lado do consumidor.  Na perspectiva do consumidor, este projeto de pesquisa visa também analisar as influências psicológicas e socioculturais e conhecer a lógica que permeia as decisões de consumo.


Projeto: Investigação sobre comportamento do cliente, com ênfase na influência dos valores pessoais dos clientes de serviços (Profa. Irene)
Descrição: Considerados como um construto central nas ciências sociais e utilizados para caracterizar grupos culturais, sociedades e indivíduos, além explicar o que efetivamente motiva as atitudes e comportamentos, os valores pessoais podem representar interesses diferentes entre si, caminhando em direções opostas, ou não. São de conceituação complexa devido à representatividade que têm para cada indivíduo, remetendo a tudo que é importante na vida das pessoas e a como cada um percebe sua vida com diferentes itens e graus de importância. A importância de analisar os valores pessoais individuais advém de eles capacitarem a um melhor entendimento do ser humano, de suas decisões e de suas escolhas, influenciando as escolhas cotidianas dos indivíduos. Portanto, o projeto visa a investigar qual a influência que os valores pessoais dos clientes - especialmente de serviços - podem ter sobre seu comportamento na escolha e na aquisição destes elementos, com base na Teoria Meios-Fim. Espera-se que os resultados tragam subsídios às empresas em seus planejamentos de operação, de forma a aproximar-lhes o formato às necessidades e desejos dos clientes.

Projeto: Investigação sobre os Métodos de Pesquisa em Administração (Profa. Irene)
Descrição: Esse projeto de pesquisa se origina da docência na disciplina de Metodologia da Pesquisa, cujo desenrolar trouxe conhecimento mais aprofundado a respeito e permitiu melhor conhecer tudo aquilo que a compõe - epistemologias, abordagens, técnicas de pesquisa. Daí o nascimento da vontade de contribuir à expansão desse conhecimento no mundo acadêmico, consciente de que o estudo sobre os métodos científicos, sobretudo os qualitativos, traz contribuições muito benéficas ao pesquisador de ciências sociais, ao habilitá-lo a melhor entender aquilo que ele diuturnamente investiga e ao qualificá-lo para contribuir à teoria científica.

 

Projeto: Investigação sobre a cocriação de valor, com ênfase junto a clientes de serviços (Profa. Irene)

Ambientado na lógica dominada por serviço, que considera que todo consumo é movido pela busca de um benefício buscado pelo cliente (ou seja, pela busca de um serviço que determinado objeto ou determinado serviço pode prover), o projeto visa a investigar a (co)criação de valor para o cliente, especialmente aquele localizado no segmento de serviços, que remete ao valor criado conjuntamente entre fornecedor e cliente quando este último coparticipa no processo de criação do serviço.

Projeto: Transformações no Mundo do Trabalho e as Novas Relações Indivíduo-Organizações (Profa. Isabel)
Descrição: O projeto busca explorar as transformações no mundo do trabalho, decorrentes das mudanças nos processos produtivos, e seus impactos sobre as relações entre os indivíduos e o trabalho. Privilegia o estudo das relações entre indivíduos e organizações como forma de explorar o impacto das ações organizacionais sobre a sociedade. O projeto contempla os seguintes temas: O indivíduo e o trabalho: novas formas de carreira, novo contrato psicológico de trabalho, interesses e valores pessoais no trabalho. • Poder e o cenário de trabalho: novas formas de controle organizacional; subjetividade e discursos gerenciais contemporâneos; emergência de novos saberes; impactos no ambiente de trabalho (assédio, degradação das relações, motivação/desmotivação, produtividade, etc). • Linhas teóricas que sustentem abordagens críticas ao entendimento do contexto contemporâneo do trabalho.


Projeto: A gestão contemporânea de pessoas no contexto da administração pública (Profa. Isabel)
Descrição: A administração pública brasileira vem passando por transformações significativas na abordagem da gestão de pessoas. Tendo como marco a Política Nacional de Desenvolvimento de Pessoal (PNDP), instituída em 2006, assiste-se ao reconhecimento do capital humano como elemento indispensável para o atingimento dos objetivos institucionais. A partir da PNDP, uma série de iniciativas e esforços vêm sendo investidos em instituições de todas as esferas do Estado, destacadamente na direção da construção de competências que garantam melhor desempenho e a entrega de melhores serviços à população. No entanto, há resistências e barreiras significativas à construção de uma nova cultura na gestão de pessoas na área pública. O projeto contempla, entre seus focos de interesse: o potencial e as limitações para a gestão de competências individuais e coletivas na administração pública brasileira; desempenho e suas possibilidades de avaliação no contexto da administração pública; aspectos do comportamento organizacional no contexto da administração pública e seus impactos para a gestão de pessoas; comparação das experiências brasileiras e internacionais; produção técnica e tecnológica associada a esses temas.


Projeto: Identidade Organizacional, Imagem Corporativa e Responsabilidade Social (Prof. Paulo Roberto)
Descrição: O presente projeto objetiva estudar a identidade organizacional, a imagem corporativa, a responsabilidade social e as inter-relações existentes entre elas. A identidade organizacional representa a percepção das características centrais da organização por parte dos seus membros, as quais permitem que a corporação seja diferenciada das demais. As aludidas características são supostamente resistentes a alterações porque estão fortemente associadas à história da organização. A identidade organizacional seria projetada para os distintos públicos, por intermédio de uma variedade de sinais, e representaria como a organização gostaria de ser percebida. Esses sinais poderiam ser planejados, de forma que mensagens deliberadamente intencionais fossem transmitidas para atingir objetivos específicos. A forma como cada público percebe os sinais de identidade da organização modela a imagem corporativa. A identidade organizacional seria o que os membros da organização sentem e pensam a seu respeito, ao passo que a imagem corporativa seria uma impressão vívida e holística da companhia por parte do público externo. A responsabilidade social reafirma princípios valorizados pela sociedade, mais especificamente valores intrínsecos às democracias imersas em justiça social. À semelhança da identidade organizacional, a responsabilidade social exerce influência positiva sobre a imagem corporativa, constituindo, dessa forma, peça fundamental na formulação da estratégia de negócios da firma.